O celibato para os padres casados era a norma

São Gregório Magno: “O sacerdote, desde o momento de sua ordenação amará a sua esposa como a uma irmã”.

II Concílio de Auvergne (535): “Se um sacerdote ou diácono recebeu a ordenação para o serviço sagrado, o marido se converte imediatamente num irmão para a sua anterior esposa”. Este uso particular da palavra soror (irmã) se encontra em muitos textos conciliares e patrísticos.

Leia mais em:

http://ec.aciprensa.com/wiki/Celibato_sacerdotal_en_el_debate_teol%C3%B3gico_actual#Redescubrir_el_sacerdocio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s